WEBINAR - EoF Portugal - Pobreza & Energia

17 de março de 2022

20220217 - WEBINAR -EoF Portugal - PobrezaEnergia.jpg

Estima-se que entre 1,9 e 3 milhões de pessoas em Portugal se encontrem em Pobreza Energética

 

Estima-se que a pobreza energética possa afetar em 1,9 e 3 milhões de pessoas em Portugal, com diferentes graus de intensidade. Se incluirmos as pessoas que vivem com desconforto térmico em casa, os números sobem para 3,7 milhões de pessoas. Ou seja, a primeira grande conclusão é, que no nosso país, a pobreza energética não se cinge às situações de pobreza económica, indo bastante além disso, porque segundo, os Censos 2021, 2 milhões de pessoas encontravam-se em risco de pobreza.

Importa referir que pobreza energética é a falta de acesso físico e financeiro à energia. Ou seja, o conceito engloba vários tipos de energia (eletricidade, gás, combustíveis) e vai além da falta de capacidade para os pagar. Inclui também a falta de correto abastecimento e da qualidade das habitações dos cidadãos. Relacionados com a temática estão também a falta de investimento, tanto financeiro, como informativo em eficiência energética ou da dedicação dada ao tema ou a iliteracia energética da generalidade da população.

No passado mês de fevereiro, o webinar foi sobre “Pobreza e Energia”, em particular sobre o conceito de Pobreza Energética. Os convidados foram Rita Antunes, coordenadora da Coopérnico, Gustavo Rochette, diretor jurídico da Movhera e Martim Salgado, diretor do Social Impact Coordination Office da EDP. Foi um debate muito interessante em que se discutiu o que é a Pobreza Energética, as medidas mais comuns (e as suas desvantagens escondidas) e soluções inovadoras para o combate a este fenómeno